Desfile “Les Hommes” da Madame Nalwango encerra Festival Viva Cultura

Evento misturou música, moda, gastronomia e outras atividades na livraria cultura.

 

O tecido diferenciado e as cores vibrantes vindos diretamente da África, da grife Madame Nalwango, marcaram o encerramento do Festival da cultura, que aconteceu neste final de semana, na livraria Cultura, em Salvador.

 

No desfile intitulado Les Hommes, quatro modelos mostraram a linha masculina disponível na loja virtual, que atende todo o mundo, com vendas online, pelo site www.madamenalwango.com e na rede social @nalwangomadame.

 

Quem esteve presente no festival conferiu de perto o acabamento sofisticado dos produtos da Madame Nalwango. As peças apresentadas foram: o terno, modelo suit executive, com estampas africanas nos bolsos e parte interna do paletó; a Camisa Kitoko Makassi; a linha goumert que foi representada por uma Dolma, gorro do chef e o blazer D’ Afrique. As bandanas Cores d’África compuseram os looks.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além disso, a Madame Nalwango montou um stand onde o público pode interagir com a grife conhecendo a linha de bandanas e todas as possibilidades que o acessório tem para incrementar não só o look, como também, repaginar outros acessórios.

 

A Ceo da griffe, Jamile Musafiri, acompanhou o desfile pela internet pois retornou à República Democrática do Congo, onde reside, e, de onde parte a maioria de sua matéria-prima. Jamile, neste momento, está em fase de criação de sua coleção plus size. “A Madame Nalwango existe para vestir seres humanos. A linha plus size é só mais um mercado a ser atendido. Vem para fazer com que os gordos vistam roupas com uma modelagem legal e sofisticada”, declarou, por telefone, Musafiri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *